Siga-nos por Email:

sexta-feira, 27 de julho de 2012

Sobre o Dia do Escritor...


Essa semana eu ouvir uma lenda falando que o dia 25 de Julho é dia do escritor, ao ouvir isso automaticamente fiquei com vontade de parabenizar meu autores favoritos, os vivos e os mortos, no dia 25, afinal esse é seu dia... Mas quando estava prestes a mandar os e-mails, abrir sessão espirita ou fazer ligações me ocorreu uma coisa curiosa...

Escritor não devia ter um dia para si, escritor devia ter o ano inteiro... Todos os dias do ano deveriam ser dia de parabeniza-los pelo o que contam, pelo o que escrevem, pelos momentos de reflexão que puxam, pela epifanias, pelos empurrões, pelas lágrimas e risos que nos provocam quando percebem o romance, a crônica, a poesia, o conto "sós e mudos, em estado de dicionário" e o trazem para a realidade das nossas estantes...

E sim, meus parabéns especiais, para o José Claudio, ou simplesmente Cacá, que nos faz companhia aqui no Em Quantos!!!

E de quem eu roubo constantemente a seguinte expressão:


  "E tenho também o hábito de andar na contramão. Mas só do senso comum. Isso talvez me mate algum dia. De depressão ou de uma agonia fulminante."

(José Claúdio Adão, Cacá)

2 comentários:

  1. Também acho que todos os dias deveria ser o dia do escritor: é uma profissão (profissão?) dura, ingrata, mal reconhecida e remunerada. se escrever um livro é difícil, publicá-lo e viver disso é uma arte!

    ResponderExcluir
  2. Bela homenagem! Gostei de lembrar dos escritores através de quem escreve famoso ou não.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir

Para receber as postagens por e-mail:

Digite seu email aqui:

Delivered by FeedBurner